All posts tagged “Cidade Parque

comment 0

A importância da relação entre os cidadãos e a paisagem urbana

Por Luiz Vieira |Publicado originalmente em Rede Gestão

Recife é uma cidade com paisagens diversas em que as águas predominam e refletem a sua rica história, bem como o respectivo impacto ambiental do crescimento urbano desordenado. A relação do cidadão com a paisagem urbana diversificada é fundamental para o fortalecimento da identidade com os lugares afetivos e o respectivo empoderamento dessas paisagens na imagem e memória da cidade. O rio Capibaribe sempre exerceu, notadamente até o final do século XIX, função estruturadora na morfologia desse território, quando a cidade se voltava para as águas pela navegação, pesca e paisagem. O início do século XX registra o declínio desta relação com o rio Capibaribe que passa a ser pano de fundo, ou fundo de quintais de edificações que outrora se voltavam para desfrutá-lo como área de lazer ou para utilizá-lo como via de transporte.

Read More

comment 0

Conceito de Cidade Parque é apresentado no Fórum Internacional Hoje

Evento discutiu aspectos ligados ao desenvolvimento urbano e sustentável das cidades

Por Fernando Castro

Planejamento urbano de reconciliação com a natureza e com o espaço público. Essa foi a temática debatida na mesa Cidade Parque, do Fórum Internacional Hoje, que aconteceu no Centro de Convenções de Pernambuco, na manhã desta quarta-feira (26). A conversa foi iniciada pela coordenadora do INCITI – Pesquisa e Inovação para as Cidades, Circe Monteiro, que apresentou o conceito de Cidade Parque através do projeto Parque Capibaribe, resultado de convênio entre o INCITI, grupo de pesquisas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e a Prefeitura da Cidade do Recife, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente.

Dentro do desenvolvimento urbano e sustentável, Circe citou quatro pontos fundamentais para a implementação de uma Cidade Parque: segurança, planejamento, inclusão e prosperidade. ‘’Uma cidade sustentável só é possível com o engajamento dos cidadãos, a visão de Cidade Parque é uma visão de futuro’’, comentou.

Circe Monteiro apresenta visão de Cidade Parque. Foto: Fernando Castro

Ainda pela manhã, o gerente de sustentabilidade da Secretaria do Meio Ambiente de Recife, Alexandre Ramos, apresentou no debate o conceito de Cidades Resilientes, com a temática ‘’Planejamento urbano para responder às mudanças climáticas’’. Segundo ele, a adaptação às mudanças climáticas passa a ser necessária para a melhoria das condições habitacionais nas cidades.

A capacidade de uma cidade de se reorganizar e voltar ao equilíbrio inicial, quando submetida a mudanças, foi uma característica observada durante a discussão. ‘’Pensar em Cidades Resilientes é pensar em território, mas também nas pessoas que vivem nesses territórios e em suas condições sociais’’, ressaltou Alexandre.

A política também teve espaço nas discussões do evento. Ana Célia, prefeita da cidade de Surubim, foi a mediadora da mesa-redonda. A manhã de debates foi encerrada com o depoimento do presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Una, Severino Sulipa, que abordou a sustentabilidade como uma responsabilidade social, sendo necessário o engajamento dos cidadãos e do Estado para sua implementação.

Hoje O debate fez parte do 4º Congresso Pernambucano de Municípios, promovido pela Associação Municipalista de Pernambuco (AMUPE), em parceria com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU), entre os dias 25 e 27 de julho, no Centro de Convenções de Pernambuco. Com o tema central ‘’A cidade que precisamos’’, a programação esteve integrada ao Fórum Internacional Hoje, que reuniu especialistas para discutir a implementação da Nova Agenda Urbana, documento internacional responsável por promover a urbanização sustentável das cidades nos próximos 20 anos.

 

comment 0

INCITI/UFPE participa de seminário internacional sobre paisagismo

O INCITI/UFPE  marcará presença no II Seminário Internacional “Paisagem e Jardim como Patrimônio Cultural México/Brasil”, que acontece de 16 a 24 março de 2017, no Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da UFPE (Recife) e no Espaço Ciência (Olinda). Quem representará o grupo de pesquisa é um dos coordenadores do projeto Parque Capibaribe, o arquiteto e paisagista Luiz Vieira. O pesquisador apresentará o trabalho “Da memória das águas do Parque Capibaribe à Cidade-Parque”. Inscrições no site.

O seminário reunirá a Universidad Autónoma Metropolitana do México e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e foi realizado pela primeira vez na cidade do México, em 2015. O objetivo do encontro é discutir princípios e diretrizes de intervenção para a conservação da Paisagem e do Jardim e, com isso, fortalecer os estudos no campo da preservação cultural, envolvendo teoria e prática de projeto.

O seminário tem como parceiro na realização o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Pernambuco (CAU/PE) e é dirigido para projetistas, planejadores, pesquisadores; alunos de arquitetura e urbanismo, das artes, da história, da geografia, da arqueologia, das ciências naturais e técnicos do governo municipal, estadual e federal.

++

Programação

Professores e pesquisadores da Universidad Autónoma Metropolitana (México)

Teresita Queiroz Ávila

Fuentes para el rescate del paisaje en el México posrevolucionario: literatura y cartografía (Azuela y Edwards).

Salvador Aceves

CAMPECHE, Patrimonio y Paisaje. La Recuperación de la Ciudad Amurallada.

Armando Alonso

Ernesto P. Uruchurtu y su ideario político para la modernización de la ciudad de México, 1952-1966.

Saúl Alcántara Onofre

Hacia la Actualización de la lista Indicativa del Patrimonio Mundial (UNESCO) de Brasil. La obra paisajística de Burle Marx.

Tere Ocejo

Recuperación del Paisaje Cultural Relicto y Puesta en Valor de Cacaxtla-Xochitécatl y su entorno inmediato

Félix Alfonso Martínez

Reflexiones sobre la restauración de jardines con valor histórico-artístico en México.

Professores e pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco

Aline de Figueirôa Silva

A vegetação como elemento de composição paisagística no Brasil (século XIX e início do XX).

Ana Rita Sá Carneiro

Os caminhos para o tombamento dos Jardins de Burle Marx: um patrimônio brasileiro.

Lúcia Veras e Onilda Bezerra

Jardins de Burle Marx no Recife: entre a proteção e o desafio da gestão.

Luiz Vieira

Da memória das águas no Parque Capibaribe à Cidade-Parque.

Marccus Alves e Joelmir Marques

Os domínios ecológicos brasileiros nos Jardins de Burle Marx.

Roberto Araújo

Santa Tereza: o espírito do lugar.

++

Serviço

II Seminário Internacional “Paisagem e Jardim como Patrimônio Cultural México/Brasil”

Quando? 16 a 24 março de 2017

Onde? Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da UFPE (Av. dos Economistas, s/n, Cidade Universitária – Recife) e Espaço Ciência (Complexo de Salgadinho -Olinda | Parque Memorial Arcoverde)

Inscrições no site

comment 0

Quintal da Capunga continua com brincadeiras e piquenique

O INCITI / UFPE continua estimulando a ativação das margens do Rio Capibaribe como espaço público para lazer, contemplação da paisagem e sensibilização ambiental. Mais uma vez convidamos todos para neste sábado (03/09) aproveitar área no bairro do Derby, no final da rua Rua Engenheiro Teófilo de Freitas (ao lado da faculdade Uninassau), com o evento colaborativo Quintal da Capunga. Sim, agora temos um novo nome para esta atividade de ativação, que faz parte da Residência Capunga, iniciada em maio deste ano. Neste sábado, teremos sensibilização ambiental, limpeza do mangue e informações sobre o projeto Parque Capibaribe, jogos, brincadeiras e piquenique colaborativo. Por isso, lembramos que levem bancos, cadeiras de praia, cangas, protetor solar, sacos de lixo, além dos comes e bebes.

Piquenique integra pessoas que aproveitam as margens do rio Capibaribe de forma colaborativa

Nesta edição, lançamos a proposta: vamos transformar o Quintal da Capunga na rua que brincávamos quando erámos crianças? Vamos jogar bola, queimado, barra bandeira, elástico, pula corda e o famoso jogo barrinha de 3? Convidamos todos a trazerem cordas, bolas e redes de vôlei para lembrarmos das brincadeiras de nossa infância e jogarmos juntos com as crianças de hoje.

Sensibilização ambiental e coleta de resíduos são algumas das atividades realizadas

O Quintal da Capunga é uma ação da ResidênciaCapunga, que serve de plataforma de pesquisa e diálogo para descobrir as necessidades, desejos, problemas e dificuldades de usuários da área: moradores, comerciantes, estudantes e frequentadores do Derby. As informações coletadas com a experiência irão subsidiar parte do projeto Parque Capibaribe, desenvolvido pelo INCITE / UFPE em convênio com a Prefeitura do Recife / Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade.

Serviço:

Quintal da Capunga
Data: Sábado (03/09)
Local: Acesso pela Rua Engenheiro Teófilo de Freitas – Derby (Ao lado da Uninassau).
Confira a localização: https://goo.gl/XQ3tFK
Convide seus amigos pelo evento no facebook
Acesso gratuito
Programação
9h às 10h – Sensibilização ambiental e Limpeza do mangue
10h às 12h – Jogos e brincadeiras de rua para toda a família
12h às 14h – Piquenique colaborativo (cada um pode trazer comes e bebes para compartilhar)
comment 0

Sebrae e INCITI oferecem cursos gratuitos de empreendedorismo

Por Fillipe Vilar

Durante seis sábados os microempreendedores poderão participar do ciclo de palestras ‘Como empreender no espaço público?’, que acontecerá na sede do INCITI/UFPE, na Rua do Bom Jesus, Bairro do Recife. A iniciativa faz parte de uma parceria firmada entre o Sebrae/PE e o INCITI, que oferecerá gratuitamente os conteúdos ministrados pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. O primeiro encontro acontece neste sábado (27), das 11h às 13h, com o tema MEI – Passo a passo para a formalização. Os encontros são abertos ao público e a participação está sujeita à lotação do espaço, que comporta 60 pessoas.

As capacitações do SEBRAE, que focam na gestão empresarial, vêm para auxiliar quem deseja se tornar ou já é um empresário com relação ao planejamento e/ou abertura de sua empresa, trazendo conceitos como: empreendedorismo, planejamento, formalização do Microempreendedor Individual (MEI) ou de Associação, qualidade no atendimento ao cliente e formação de preço de venda.

Quem participar das palestras receberá certificados, um atrativo para quem quer incrementar o currículo ou para estudantes que desejem cumprir horas de atividade extra nas faculdades. Para receber a certificação os participantes deverão informar, na ata de presença do evento, os dados de CPF, CEP, CNPJ (se tiver) e RAZÃO SOCIAL (se tiver).

Residência Capunga – O Ciclo de Palestras ‘Como empreender no espaço público?’ faz parte do programa de ativações Residência Capunga, promovido pelo INCITI, no intuito de descobrir as necessidades, exigências, desejos, problemas ou dificuldades do bairro do Derby, na área que irá receber parte do projeto Parque Capibaribe. A residência teve início no mês de maio e, através de rodas de diálogo e atividades com moradores, comerciantes e trabalhadores do bairro do Derby, seguirá até o mês de outubro. A parceria com o SEBRAE surgiu a partir desses debates entre variadas representações da sociedade local.

Parque Capibaribe – O Parque Capibaribe é fruto de um convênio entre a Prefeitura da Cidade do Recife (PCR), através da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade e o INCITI / UFPE.  O Parque Capibaribe é o ponto de partida para que o Recife se torne uma Cidade-Parque em 2037, quando a cidade comemora 500 anos. O conceito Cidade-Parque considera espaços públicos de qualidade que promovam o encontro entre as pessoas, o meio ambiente, reafirmando culturas locais e gerando novas oportunidades de transformações sociais e econômicas. O projeto já está em andamento com obras no trecho chamado “Jardim do Baobá”, por trás da Ponte D’Uchoa, no bairro das Graças.

Confira abaixo a programação completa do Ciclo de Palestras SEBRAE/PE + INCITI/UFPE

27 de agosto, das 11h às 13h
MEI – PASSO A PASSO PARA A FORMALIZAÇÃO
Objetivo: Conheça a legislação do Microempreendedor Individual (MEI), seus direitos e deveres e os passos para a formalização.

10 de setembro, das 10h às 13h
ASSOCIATIVISMO
Trata dos aspectos relevantes que envolvem a gestão do empreendimento coletivo, como consciência das responsabilidades, direitos e deveres das partes e elaboração de um plano de ação básico para a gestão.

10 de setembro, das 14h às 17h
COMO CONQUISTAR E MANTER CLIENTES
Com a apresentação de conceitos e ferramentas, sensibilizar e orientar os participantes para a importância de identificar seus melhores clientes e dedicar a estes um tratamento diferenciado, além de promover ações para atrair novos consumidores.

24 de setembro, das 14h às 17h
MANIPULAÇÃO DE ALIMENTOS
Boas práticas para a higiene na estocagem, manipulação e distribuição de alimentos. Tem o objetivo de reduzir os riscos de contaminação dos alimentos, atuando no desenvolvimento de tecnologia, metodologia, conteúdos, formação e capacidade de técnicos para disseminar e implantar ferramentas de controle de segurança.

29 de outubro, das 14h às 18h
SEI EMPREENDER
Contribuir para que o empreendedor individual possa compreender a importância de praticar atitudes empreendedoras no seu negócio; Reconhecer as atitudes empreendedoras praticadas no seu negócio, de modo a atribuir a si mesmo a responsabilidade pelas decisões tomadas; e Descobrir e aplicar o seu potencial empreendedor, para o fortalecimento do seu negócio.

12 de novembro, das 14h às 18h
SEI PLANEJAR
Compreender a importância do planejamento para que a atividade empreendedora gere resultados satisfatórios quanto às expectativas e metas dos Empreendedores Individuais, conscientizando-os de que o planejamento de ações de forma ordenada e articulada contribui para o aumento das vendas de seus produtos e serviços, com qualidade e preços atrativos, permitindo: o domínio do processo de organização do seu negócio; e a aplicação das ferramentas de planejamento para melhorar o desempenho do empreendimento.

26 de novembro, das 14h às 18h
SEI FORMAR PREÇO
A Oficina “SEI Formar Preço” tem como objetivo possibilitar ao MEI, ter uma visão clara dos efeitos de uma correta formulação do preço de venda, bem como sua influência direta na obtenção do equilíbrio do negócio e posteriormente na geração de lucro.

SERVIÇO:
Ciclo de Palestras SEBRAE/PE + INCITI/UFPE – ‘Como empreender no espaço público?’
Aos sábados, nos dias 27/08, 10/09, 24/09, 29/10, 12/11 e 26/11
Endereço: Rua do Bom Jesus, 191, Bairro do Recife
Informações na página do evento.
Aberto ao público
Lotação: 60 pessoas