Derby

Bairro: Derby (Recife-PE)
Extensão: ≈ 400 m
Status do projeto: Em elaboração 


 

E ste território entre as pontes do Derby e Paissandu detêm características singulares tanto do ponto de vista estratégico quanto histórico. Os edifícios e espaços públicos que o compõem testemunham a evolução urbana ao longo da primeira metade do século XX, através dos seus estilos arquitetônicos e da sua paisagem peculiar. O resgate deste período, além de atribuir significados ao lugar, vem ampliar o espectro da história da cidade.

Hoje este trecho funciona como um novo centro cívico da cidade e contém o cruzamento dos corredores Norte-Sul e Leste-Oeste do atual sistema de transporte público, por onde passam diariamente 900.000 pessoas. Um dos desafios deste projeto é ampliar a oferta de área pública de estar e de lazer do entorno da Praça do Derby de forma que atenda a demanda. A estratégia para isso será a de resgatar a margem do rio como território público, de desfrute e lazer.

Ressalta-se que esta margem tem como principal característica a ocupação por instituições públicas: a Fundação Joaquim Nabuco, a Universidade Federal e a Escola da Polícia Militar de Pernambuco. Como premissa, o projeto será desenvolvido a fim de promover interação entre estas instituições e os diversos usuários do local através de mobiliários urbanos específicos e atividades culturais de apropriação do espaço.

A Secretaria de Projetos Espaciais da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente vem trabalhando em diferentes escalas de tempo neste trecho do projeto do Parque Capibaribe. No processo, a curto prazo, vem sendo desenvolvido um plano de ações culturais e educacionais com o objetivo de revelar o local para os diferentes usuários do entorno e provocar a apropriação desta margem. A médio prazo, paralelamente à busca de financiamentos, será estabelecido o cronograma de obras e intervenções em função dos recursos disponíveis e do envolvimento e conveniência das entidades partícipes.  O processo tem sido conduzido de forma colegiada entre as instituições interessadas e leva em conta os prazos de obras já previstas neste trecho: Reabertura da Fundaj, Implantação da Estação de Navegabilidade (Programa Rios da Gente) e as obras de Reabertura da Praça Otávio de Freitas.