Convênio

OParque Capibaribe surgiu da ideia de implantar um parque linear beirando as margens do rio Capibaribe no Recife. À medida em que o convênio entre a Prefeitura do Recife e a Universidade Federal de Pernambuco permitiu o desenvolvimento de pesquisas e a análise dos territórios, percebeu-se a necessidade de incorporar ao projeto os riachos e canais da bacia do Capibaribe, assim como as grandes massas verdes restantes da Mata Atlântica.

Esta integração resultou na expressiva ampliação da área de influência do Parque Capibaribe, transformando-o em um projeto com potencial de estruturar a cidade. Quem faz parte do convênio:

 

Prefeitura da Cidade do Recife
A Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Recife (SDSMA) é o órgão responsável pela gestão, planejamento e projeto do Parque Capibaribe. Em sua estrutura, a instituição desenvolve a política ambiental do município, realizando atividades de fomento à educação ambiental, preservação das Unidades de Conservação da Natureza (UCNs) e dos Imóveis de Proteção de Áreas Verdes (IPVAs), licenciamento ambiental, fiscalização, além do tombamento de árvores.

INCITI/UFPE
O INCITI – Pesquisa e Inovação para as Cidades, é uma rede de pesquisadores transdisciplinar da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) convidada pela Prefeitura do Recife para desenvolver as pesquisas, conceitos, projetos e processos de participação social do Parque Capibaribe. O INCITI/UFPE acredita na capacidade do cidadão em transformar a própria cidade. Propõe investigar a experiência urbana, analisar qualidade do espaço e do comportamento dos habitantes, além de buscar a compreensão dos processos, das pessoas e de suas reflexões.