comment 0

Conheça o projeto Jardim do Baobá, marco inicial do Parque Capibaribe

Uma árvore centenária da espécie Baobá é o principal atrativo deste trecho do Parque Capibaribe, localizado entre as ruas Madre Loiola e Antônio Celso Uchôa Cavalcanti, na altura da Estação Ponte D’Uchôa, no bairro das Graças, Zona Norte do Recife. A área chamada “Jardim do Baobá” será um espaço de lazer e contemplação da paisagem, formada pela árvore que se debruça sobre a margem do rio. O baobá das Graças é tombado como Patrimônio do Recife desde 1988, tem 15 metros de altura, copa com dez metros de diâmetro e tronco de cinco metros de diâmetro. A ordem de serviço para as obras do Jardim do Baobá foi assinada no dia 30 de março de 2016. Leia sobre o evento de lançamento das obras AQUI.

Para dialogar com a grandiosidade da árvore e promover a interação entre as pessoas, três balanços duplos e uma mesa comunitária foram projetados para o local. Os balanços terão seis metros de altura e serão instalados ao lado da árvore. Cada equipamento lúdico abrigará duas pessoas simultaneamente e poderá ser utilizado tanto por crianças quanto por adultos. A mesa terá 10 metros de comprimento para uso compartilhado, podendo comportar piqueniques e jogos de tabuleiro, por exemplo.

O solo natural ao redor do baobá será preservado, reduzindo a área pavimentada no local. Terraços gramados acompanharão os diferentes níveis do solo existentes e possibilitam diversos usos, como brincadeiras entre crianças e piqueniques. Um pequeno píer flutuante completa o projeto, possibilitando a atracação de pequenas embarcações.

Para celebrar o baobá como símbolo da resistência negra e a ancestralidade africana haverá um concurso público para selecionar uma proposta de intervenção artística em homenagem ao poeta, ator e artista plástico recifense, Solano Trindade (1908 – 1974), com marcante trajetória de militante contra o preconceito e a discriminação racial.

Leave a Reply